sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Desafio Missionário: jogo dos 7 erros

Olá caríssimos missionários, 

Desafio de hoje é descobrir os 7 erros da imagem abaixo. 

"Infância missionária diocese de Osasco"


sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Desafio missionário: jogo dos 7 erros

Olá caríssimos missionários, 

Desafio de hoje é descobrir os 7 erros da imagem abaixo. 

"De todas as crianças e adolescentes do mundo, sempre amigos"


sexta-feira, 14 de outubro de 2016

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

AMÉRICA/REP. DOMINICANA - Crianças protestam contra o trabalho infantil

San Cristóbal (Agência Fides) – Centenas de crianças e adolescentes de alguns bairros do distrito municipal de San Cristobàl se reuniram em uma passeata com faixas de reivindicação de seus direitos e deveres, e protesto contra maus-tratos e abusos. Os pequenos manifestantes pediram também aos pais que lhes dediquem mais tempo. A marcha se realizou no contexto do “mês da Bíblia” em andamento no país, como em muitos outros da América Latina, sob o lema “eduque-me para o futuro”. Os menores estavam acompanhados por alguns pais e pelo presidente da Fraternidade de Pastores Evangélicos de Doña Ana (COPAEDA), que declarou que “se trata de uma ótima mensagem de paz para todos os pais”.
(AP) (16/9/2016 Agência Fides)


Fonte: http://www.fides.org/pt/

sábado, 1 de outubro de 2016

O Papa Francisco e a Rosa Branca de Santa Teresinha do Menino Jesus

Olá caríssimos missionários, 
Hoje é dia de Santa Teresinha padroeira dos missionários e nossa também.
Vejam como o Papa Francisco é devoto de Santa Teresinha:
Quando veio ao Brasil, perguntaram ao Papa Francisco, o que ele trazia na sua pasta preta que carregava quando desceu do avião, ele respondeu brincando: “ Meu barbeador, está o breviário (livro de oração), a agenda e um livro de leitura – trouxe um sobre Santa Teresinha a quem sou devoto…”
E é devoto mesmo!

Durante a Vigília de oração pela paz na Síria, realizada na Praça São Pedro em 7 de setembro, foram lidos alguns trechos dos escritos de Santa Teresinha. No dia seguinte, domingo, o Papa Francisco recebeu de presente uma rosa branca, ficou muito contente, pois representa um ‘sinal’ da intercessão de Santa Teresa, ele contou para o Arcebispo de Ancona, Dom Edoardo Menichelli e deixou que Dom Edoardo espalhasse a notícia.
Assim contou Dom Menichelli: “O Papa me disse que ficou surpreso quando, passeando nos Jardins Vaticanos no domingo, 8 de setembro, recebeu de um jardineiro uma rosa branca, recém-colhida. Uma flor que ele considera como um ‘sinal’, uma ‘mensagem’ de Santa Teresinha, ao quem havia se dirigido preocupado, no dia anterior pedindo a intercessão”.
E como o Papa Francisco soube que era uma resposta de Santa Teresinha?
A Rosa Branca
Quando o Papa era ainda o Cardeal Bergogliolá na Argentina, um dia foi entrevistados por dois jornalistas, Sergio Rubin e Franzcesca Ambrogetti, que estavam escrevendo um livro sobre ele:“O Jesuita”, eles contaram: “Paramos diante dum vaso cheio de rosas brancas em uma prateleira da biblioteca, onde havia uma imagem de Santa Teresa. O Cardeau disse: “Quando tenho um problema, peço à santa Teresinha, não para resolvê-lo, mas para pegá-lo na mão e ajudar-me a aceitá-lo, e como sinal, recebo quase sempre uma rosa branca”.
Santa Teresinha, rogais por nós e todos os missionários.
Fonte:http://blog.cancaonova.com/amigosdoceu/2013/10/01/o-papa-francisco-e-santa-teresinha/

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Oração do mês missionário

Olá caríssimos missionários, 

O mês de outubro está quase chegando e nós convidados você a fazer todos os dias deste mês esta linda oração da campanha missionária.

Rezemos juntos!

Saudações missionária. 

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Formação Missionária: A Bíblia e a primavera

Ola caríssimos missionários,

A primavera é a certeza da vida que renasce e se abre, vencendo a morte e o pecado
O mês de setembro chega trazendo a primavera ao nosso hemisfério e, junto com a beleza do tempo, o tema da Sagrada Escritura. O fato de celebrarmos, no dia 30 de setembro, o dia do patrono dos estudos bíblicos, São Jerônimo, fez com que pudéssemos aprofundar esse tema durante este período. Setembro é o mês da Bíblia, sendo que, no último domingo, comemora-se o Dia Nacional da Bíblia.
A leitura orante da Bíblia ou a lectio divina aos poucos vai entrando na realidade de nosso povo, que passa a colocar a Palavra de Deus como início da reflexão que vai iluminar a realidade das pessoas. São passos que, pouco a pouco, os grupos e comunidades começam a dar, sempre em torno da Sagrada Escritura. Ela nos traz a revelação de Deus para a nossa salvação.
Na Sua misericórdia e sabedoria, quis Deus revelar-se a si mesmo a nós na pessoa de Cristo e pela unção do Espírito Santo para que tivéssemos acesso a Ele e participássemos de Sua glória.
Deus se revela ao homem e o convida a partir para uma terra desconhecida que lhe seria mostrada. Nessa caminhada, o Senhor vai se mostrando, revelando-se aos que creem e, quando é chegado o tempo, a revelação se completa em Cristo, a Palavra de Deus: “No principio era a Palavra e a Palavra estava em Deus, e a Palavra era Deus… E a Palavra se fez carne e veio morar entre nós” (Jo 1,1.14).
Por Cristo, somos glorificados! E todos nós que recebemos a Palavra e nela acreditamos, tornamo-nos filhos de Deus. Esse caminho Deus faz conosco. Respeita o nosso crescimento intelectual e volitivo, seja na nossa capacidade pessoal, seja na evolução cultural do grupamento humano, de tal forma que podemos sentir em nós mesmos a caminhada do povo de Deus.
À medida que nos abrimos à fé, partimos com Ele nos momentos de contemplação, de glória e, também, como as Escrituras nos mostram, nas traições, quando renunciamos a seu amor e vamos atrás dos “baals” de todos os tempos. Ouvindo a voz penitencial dos profetas, retornamos da “Babilônia” do pecado, que existe em todos os tempos e, também, no íntimo de nós.
Na bondade de Deus, como um resto, voltamos a “Sião”, sempre aguardando a plena revelação de Deus no Seu Filho, que nos salva por Sua morte e nos dá o Seu Espírito para que anunciemos em nós e em toda terra a Sua ressurreição e nossa participação no mistério trinitário de Deus.
A Bíblia Sagrada, com toda a Tradição da Igreja, em seguimento à Palavra de Cristo revela ao nosso coração este plano divino para a humanidade – restaurar tudo em Cristo – e nos envia: “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda a criatura. Aquele que crê e for batizado será salvo; o que não crer será condenado” (Mc 16,15-16).
A Bíblia é o relato da manifestação do amor de Deus que, gradativamente, nos leva por Cristo, em Cristo e com Cristo à intimidade da vida divina e, como consequência, a uma nova vida, fermento de um mundo novo.
Somos o povo que se encontra com a Palavra Viva, o Verbo Eterno, Jesus Cristo! Ele é a nossa vida e o caminho que nos conduz ao Pai. Eis um tempo favorável para aprofundarmos a importância de ser discípulos missionários à luz do Evangelho, procurando em nossos grupos de reflexão deixar a Palavra falar ao nosso coração e nos fazer renovados em Cristo.
A Primavera está associada à Pascoa: a certeza da vida que vence a morte! Que o mês da Bíblia, recém-iniciado, seja uma nova primavera: a certeza da vida que renasce e se abre, vencendo a morte e o pecado.
Arcebispo do Rio de Janeiro (RJ)
Por Dom Orani João Tempesta
Fonte: http://formacao.cancaonova.com/biblia/estudo-biblico/a-biblia-e-a-primavera/

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

ÁFRICA/SUDÃO - Aumenta o número de crianças com câncer

Cartum (Agência Fides) - “Há 400 mil crianças que sofrem de câncer no Sudão.” Foi o que declarou numa nota enviada à Agência Fides, o Coordenador-Geral do Hospital Pediátrico de Oncologia em Cartum. 
“Os casos continuam aumentando”, lê-se ainda, “e as causas parecem ser atribuídas ao uso de brometo de potássio no pão, ao aumento da poluição ambiental, à água potável contaminada por resíduos industriais, pesticidas e fertilizantes vencidos e a falta de um saneamento adequado. 
"Os casos pediátricos são desesperados, porque faltam os centros para o diagnóstico precoce e é difícil intervir com o tratamento nas crianças que sofrem de câncer avançado”, disse o coordenador do Hospital pediátrico. Em 1º de setembro deste ano, o Ministério da Saúde do Sudão anunciou os resultados de um estudo sobre o número de casos de câncer registrados no país, que mostrou que de 2009 a 2013 foram registrados 11.893 casos. (AP) (14/9/2016 Agência Fides)
Fonte: http://www.fides.org/pt

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Formação Missionária: Bíblia

Olá caríssimos missionários, 
A bíblia é a palavra de Deus, e deve estar sempre das mãos do missionário. Vamos aprender um pouquinho mais sobre a bíblia? 
Setembro é o mês dedicado à Bíblia. Confira uma breve catequese sobre a Sagrada Escritura.

O que é a Bíblia?
Palavra que advém do grego em plural neutro, Bíblos, significa os livros por excelência. Segundo o Concílio Vaticano I é a coleção dos livros sagrados escritos pela inspiração do Espírito Santo. É uma coleção porque é formada por diversos livros, estes que foram selecionados segundo a Sã Doutrina e os teólogos da Santa Mãe Igreja. Estes livros passam, portanto, a serem chamados de Livros Canônicos, isto porque estes estão de acordo com o Cânon; além disso os livros possuem, ainda, divisões que foram acrescentadas posteriormente, as quais veremos no decorrer deste artigo.
Quem é o autor da Bíblia?
O autor por excelência da Sagrada Escritura é Deus, que no esplendor de sua bondade e por amor revelou-se desde a criação aos homens, de modo que esta revelação não findou-se na criação, mas prosseguiu na História da Salvação, sendo que alcança seu grau máximo na pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo, que encarnando-se no seio da Virgem Maria, revelou o rosto amoroso e misericordioso de Deus. Contudo, Deus não escreveu com suas próprias mãos o texto sagrado, mas escolheu os hagiógrafos para redigir a Escritura.
Quem são os Hagiógrafos?
São homens escolhidos por Deus para escreverem os livros Sagrados, pois como afirma a Constituição Dogmática Dei Verbum “Deus escolheu homens, que utilizou da posse das faculdades e capacidades que tinham, para que, agindo Deus neles e por meio deles, pusessem por escrito, como verdadeiros autores, tudo e só aquilo que Ele quisesse” (n. 11).
Existem erros na Bíblia?
A Bíblia não tem a preocupação de transmitir com precisão histórica dados científicos-naturais. Além disso, é preciso levar em conta que os hagiógrafos são “filhos” de um tempo e uma cultura, e isto traz consigo a necessidade da utilização de um estilo literário para a transmissão da revelação. Logo, quando lemos a Bíblia devemos ter a preocupação de uma reta interpretação, que só é possível se auxiliada pela Doutrina e pelo Magistério da Igreja. Estes, por sua vez, afirmam a Inerrância Bíblica, porque os dados revelados têm a garantia de verdade no seu autor por excelência, Deus, de tal forma que a Sagrada Escritura não erra no que diz respeito a verdade de nossa salvação.
Como é formado o Cânon Bíblico?
Antes de entrar propriamente na pergunta, cabe explicar o que é Cânon? O Cânon é um termo do grego que significa “Vara”, unidade de medida usada por artistas e fabricantes na era antiga, que servia como regra para as suas atividades; atualmente nós empregamos esse termo para distinguir os livros considerados pela Santa Doutrina como divinamente inspirados e sagrados. Como dito, a Bíblia possui uma gama de livros, e aqui nós já temos claro que há dentro da Bíblia uma divisão.
Como é a divisão da Bíblia?
A Bíblia possui duas grandes divisões: Antigo e Novo Testamento. É preciso ter claro que Testamento é sinônimo da palavra aliança, aqui já recordamos, portanto, que Deus firma com o Povo Eleito de Israel uma aliança, mas as raízes desta palavra estão mais presentes em Jr 31, 31-34, passagem que influenciou fortemente o cristianismo. Assim sendo, definimos como Antigo Testamento aquele que precede o advento e a paixão de Cristo – aqui encontramos uma nova divisão, a saber: o Pentateuco, Livros Históricos, Sapienciais e Proféticos, que seguem ordenadamente esta sequência na compilação bíblica. Já, por Novo Testamento compreendemos o que fora escrito após o Mistério Pascal de Cristo, a saber: os Evangelhos Sinóticos, o Evangelho Joanino, Atos dos Apóstolos, Cartas Paulinas, Cartas Católicas e Apocalipse de João.
Como foi a composição a Bíblia?
O primeiro fato a ser considerado é que as línguas utilizadas para a escrita da Sagrada Escritura foram o Hebraico, língua materna judaica, e grego considerando que o povo de Israel sofreu várias dominações de povos estrangeiros, dentre eles o povo grego, o que fez com que o Antigo Testamento fosse traduzido para o grego, para o povo judeu esses livros eram conhecidos como Torá e sua tradução para o grego é conhecida como Pentateuco, isto se deu com os setenta sábios daquela época, dando o nome desta tradução de Setenta. Outros impérios se formaram no decorrer dos séculos e o mais conhecido de todos, o Império Romano, também dominou sobre Israel, Império este que teve início alguns séculos antes de Cristo e que se estende até o século IV d.C. Neste período os livros bíblicos foram traduzidos para o latim, língua oficial do Império, esta tradução ficou conhecida como Vulgata, porque o latim era língua vulgar/comum, sendo que o tradutor desta versão foi o grande São Jerônimo.
Qual a diferença entre a Bíblia Católica e a Bíblia Protestante?
A tradução feita por São Jerônimo foi a utilizada durante toda a era medieval cristã, até que Martinho Lutero decide realizar a tradução para o alemão, mas não utiliza-se da Vulgata, e sim o Cânon Deuterocanônico, o que faz com que ele exclua de sua tradução os livros: Tobias, Judite, Sabedoria, Baruc, Eclesiástico, 1-2 Macabeus, e parte do livro de Ester e Daniel. Por isso, que na Bíblia Protestante faltam os livros acima mencionados, o que gera a principal diferença entre as Bíblias.
Como a Bíblia chegou até nós?
O Concílio Vaticano II foi o maior propulsor para que a Sagrada Escritura chegasse até as nossas mãos, aprovando que a Bíblia fosse novamente traduzida, agora para a língua vernácula, ou seja, a língua mãe de cada nação, novamente porque esta iniciativa já foi tomada no Concílio de Trento. Com expansão ao acesso à Bíblia, esta se tornou o livro mais vendido no mundo.
 Sem. Dênis Mendes e Sem. Franklin Bruno
4º ano de Teologia – Seminário Diocesano São José
Fonte: http://www.diocesedeosasco.com.br/noticias/conheca-um-pouco-mais-sobre-sagrada-escritura.html

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

ÁSIA/TURQUIA - Uma entre 200 crianças no mundo é refugiada

Ankara (Agência Fides) – Atualmente em todo o mundo existem 50 milhões de crianças desabrigadas e que tiveram que abandonar suas famílias. Dentre estas, 28 milhões fugiram com medo das violências e da guerra. 
Entre 2005 e 2015, o número destas pequenas vítimas duplicou e o de menores migrantes aumentou em 21%. No último relatório do UNICEF recebido pela Agência Fides, consta que 70% de todos os menores refugiados pediram asilo em terras europeias para fugir da guerra, principalmente da Síria, Iraque, Afeganistão e Iêmen. 
A Turquia está no primeiro lugar entre os dez países que mais recebe refugiados no mundo, e o Líbano registra um refugiado a cada 5 habitantes. Em 2015 triplicou em relação a 2014 o número de crianças desacompanhadas que pediram asilo.
Viajando sozinhas, estão expostas ao risco de explorações, abusos e tráfico. Um migrante em cada três que chega da África é menor de 18 anos. (AP) (8/9/2016 Agência Fides)

Fonte: http://www.fides.org/pt/

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Campanha Missionária 2016 !

Você sabia? 
Está disponível o material da campanha missionária 2016. Mas você já ouviu falar na Campanha Missionária ? 
É parecida com a campanha da fraternidade, mas com o objetivo é sensibilizar, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, penúltimo domingo de outubro (este ano dias 22 e 23/10.
Outubro é o Mês das Missões, um período de intensificação das iniciativas de animação e cooperação missionária em todo o mundo.
Acesse o site pom.org.br, e encontre todos os subsídios, a novena, oração, videos e muito mais. Convide crianças, adolescentes, adultos, todo mundo pode participar.
Vamos nos preparar celebrar o mês das missões.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

AMÉRICA/VENEZUELA - Jornada da Criança: as famílias comemoram junto com seus pequenos, não obstante a crise


Caracas (Agência Fides) – Embora as condições econômicas e sociais nas quais se encontra a Venezuela não permitam comemorações, domingo, 17 de julho, foi celebrada a Jornada da Criança. O espírito com que as famílias venezuelanas comemoraram a Jornada foi totalmente concentrado na fé em Deus, no otimismo, na esperança em tempos melhores. Os testemunhos colhidos pelo jornal local “Efecto Cocuyo” relatam uma infância sacrificada pela fome, a pobreza, a precariedade de cuidados médicos. Cerca de 20% dos menores venezuelanos sofrem de desnutrição, segundo a fundação Bengoa, e outros 20% perdem a vida por causa da falta de medicamentos. “Não precisamos de riquezas especiais para que nossos filhos se sintam especiais”, declarou o presidente da Rede para Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. Esta Jornada foi a ocasião para promover o valor da família, a comunicação e a alegria, que as crianças gostam de compartilhar com as pessoas que querem bem. 
(AP) (18/7/2016 Agência Fides)


Fonte: http://www.fides.org/pt/

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ORAÇÃO DE SANTA MÔNICA


Ó Santa Mônica, que pela oração e pelas lágrimas alcançastes de Deus a conversão de vosso filho transviado, depois santo (Santo Agostinho). 
Olhai para o meu coração, amargurado pelo comportamento do meu filho desobediente, rebelde e inconformado, que tantos dissabores causou ao meu coração e a toda a família. Que vossas orações se juntem com as minhas, para comover o bom Deus, a fim de que Ele faça meu filho entrar em si e voltar ao bom caminho.
Santa Mônica fazei que o Pai do Céu chame de volta à casa paterna o filho pródigo. Dai-me esta alegria, eu serei sempre agradecido(a).

Santa Mônica atendei-me. Amém
Dia de Santa Mônica - 27 de agosto



Fonte: http://www.padrereginaldomanzotti.org.br/

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

ÁFRICA/RUANDA - Nova intervenção a favor das mulheres e crianças e contra a desnutrição

Muyanza (Agência Fides) - Um projeto multi-setorial de apoio à maternidade e à infância foi lançado em 1o de julho. Trata-se de uma nova intervenção do Movimento Luta contra a Fome no Mundo no âmbito médico, de saúde e de nutrição, em apoio a mulheres e recém-nascidos do setor de Buyoga, Ruanda Setentrional. Em comunicado enviado à Agência Fides, a ONG confirma o objetivo de melhorar a situação da nutrição materno-infantil da região e os cuidados neonatais e pediátricos de 1500 núcleos familiares vulneráveis da região, prevendo três linhas de ação. 
A primeira fase prevê uma obra de sensibilização dirigida a gestantes e jovens mães, durante a gestação e nos primeiros anos de vida. Em segundo lugar, o Centro de Saúde de Muyanza será dotado de equipamentos médicos específicos para assegurar uma assistência melhor às gestantes e reconhecer antecipadamente gestações de risco e oferecer assistência e cuidados eficazes, antes e durante o momento do parto. 

Paralelamente, serão realizados cursos de formação específica para o pessoal que trabalha no Centro de Saúde, que deverá prestar cuidados tempestivos aos recém-nascidos e suas mães, além de sensibilizar a cidadania. A segurança alimentar das famílias será também reforçada através do aperfeiçoamento e da melhoria da produção agrícola e da pastorícia. A terceira fase do projeto prevê a formação dos agricultores, com o ensinamento de novas técnicas agrícolas e a criação de ‘kitchen garden’ e atividades para o desenvolvimento da criação de pequenos animais e cursos de veterinária. Graças ao microcrédito, em todo o setor de Buyoga serão beneficiados 500 pastores e agricultores. “Em uma só intervenção – declaram os responsáveis do MLFM em Ruanda – nos comprometemos em oferecer apoio nutritivo materno-infantil até 6 anos, formação de saúde e microcrédito para a cultivação e a distribuição de animais de pequeno talho”. (AP) (21/7/2016 Agência Fides)


Fonte; http://www.fides.org/pt/

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

ORAÇÃO DE SANTA HELENA


Dia de Santa Helena - 08 de agosto

Gloriosa Santa Helena, mãe do imperador Constantino, Vós recebestes do céu a valiosa graça de descobrires o local onde tinha sido oculta a Santa Cruz onde Nosso Senhor Jesus Cristo derramou o seu sagrado sangue pela redenção da humanidade. 
Tiveste um sonho, no qual vistes a Santa Cruz nos Vossos braços. Descobristes a Cruz de Nosso Senhor, a Sagrada Coroa de espinhos, os sagrados cravos com que os seus algozes pregaram as suas mãos e os seus pés no madeiro. 
Destes um cravo ao Vosso irmão. Ficastes com outro e o terceiro atirastes ao mar, para amainar a tempestade que ameaçava afundar o barco em que conduzíeis a Santa Cruz. 
Pela Cruz que descobristes, pela Coroa de espinhas e pelos Cravos, eu Vos peço, Santa Helena, sede a minha advogada, junto a Nosso Senhor Jesus Cristo. 
Defendei-me, Senhora, das tentações, dos perigos, das aflições, dos maus pensamentos dos pecados. 
Guiai-me nos meus caminhos, dai-me a força de suportar as provas que me forem impostas por Deus, livrai-me do mal. Assim seja. Amém

Fonte: http://www.oracoesdaigrejacatolica.com/

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

NA MISSÃO ...

Olá caríssimos missionários, 

É com grande alegria que anunciamos que a IAM da Diocese de Osasco irá realizar o primeiro grande evento de missão. 
A banda Arkanjos e Ministério Missões já estão confirmados para realizar os shows de missões...
Preparem-se, em breve mais novidades aqui e na nossa página do facebook. 

Saudações missionárias!

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Mensagem de sua Santidade o Papa Bento XVI para dia mundial das Missões 2006

Olá caríssimos missionários, 

Hoje vamos refletir sobre a mensagem que Papa Bento XVI, escreveu para dia mundial das missões de 2006.

Texto na íntegra:

"A caridade, alma da missão"
Amados irmãos e irmãs

1. O Dia Missionário Mundial, que celebraremos no domingo, dia 22 do próximo mês de Outubro, oferece a oportunidade para reflectir este ano sobre o tema: "A caridade, alma da missão". Se não for orientada pela caridade, isto é, se não brotar de um profundo acto de amor divino, a missão corre o risco de se reduzir a uma mera actividade filantrópica e social. Com efeito, o amor que Deus nutre por cada pessoa constitui o coração da experiência e do anúncio do Evangelho e, por sua vez, quantos o acolhem tornam-se suas testemunhas.

O amor de Deus, que dá vida ao mundo, é o amor que nos foi concedido em Jesus, Palavra de salvação, ícone perfeito da misericórdia do Pai celeste. Então, a mensagem salvífica poderia ser oportunamente resumida com as palavras do Evangelista João: "E o amor de Deus manifestou-se desta forma no meio de nós: Deus enviou ao mundo o seu Filho unigénito para que, por Ele, tivéssemos a vida" (1 Jo 4, 9). 

O mandamento de difundir o anúncio deste amor foi confiado por Jesus aos Apóstolos depois da sua ressurreição, e os Apóstolos, interiormente transformados no dia do Pentecostes pelo poder do Espírito Santo, começaram a dar testemunho do Senhor morto e ressuscitado. A partir de então, a Igreja continua esta mesma missão, que constitui para todos os fiéis um compromisso irrenunciável e permanente.

2. Por conseguinte, cada comunidade cristã é chamada a fazer conhecer Deus, que é Amor. Foi sobre este mistério da nossa fé que desejei deter-me para reflectir na Encíclica "Deus caritas est". Com o seu amor, Deus permeia toda a criação e a história humana. Nas origens, o homem saiu das mãos do Criador como fruto de uma iniciativa de amor. Depois, o pecado ofuscou nele a marca divina. Enganados pelo maligno, os progenitores Adão e Eva faltaram ao relacionamento de confiança com o seu Senhor, cedendo à tentação do maligno, que neles infundiu a suspeita de que Ele era um rival e queria limitar a sua liberdade. Assim, ao amor divino gratuito eles preferiram-se a si mesmos, persuadidos de que desde modo confirmavam o seu livre arbítrio. 

Consequentemente, terminaram por perder a felicidade original e experimentaram a amargura da tristeza do pecado e da morte. Mas Deus não os abandonou e prometeu-lhes, bem como aos seus descendentes, a salvação, preanunciando o envio do seu Filho unigénito, Jesus, que teria revelado na plenitude dos tempos o seu amor de Pai, um amor capaz de resgatar toda a criatura humana da escravidão do mal e da morte. Por conseguinte, em Cristo foi-nos comunicada a vida imortal, a própria vida da Trindade. Graças a Cristo, Bom Pastor que não abandona a ovelha perdida, aos homens de todos os tempos é conferida a possibilidade de entrar em comunhão com Deus, Pai misericordioso, pronto a acolher novamente em casa o filho pródigo. 

Um sinal surpreendente deste amor é a Cruz. Na morte de Cristo na cruz escrevi na Encíclica Deus caritas est"cumpre-se aquele virar-se de Deus contra si próprio, com o qual Ele se entrega para levantar o homem e para o salvar o amor na sua forma mais radical [...] É lá que esta verdade pode ser contemplada. E começando de lá, pretende-se agora definir em que consiste o amor. A partir daquele olhar, o cristão encontra o caminho do seu viver e do seu amar" (n. 12).

3. Na vigília da sua Paixão, Jesus deixou como testamento aos discípulos, reunidos no Cenáculo para celebrar a Páscoa, o "novo mandamento do amor mandatum novum": "É isto que vos mando: que vos ameis uns aos outros" (Jo 15, 17). O amor fraterno que o Senhor pede aos seus "amigos" tem a sua fonte no amor paterno de Deus. O Apóstolo João observa: "Quem ama nasceu de Deus e chega ao conhecimento de Deus" (1 Jo 4, 7). 

Portanto, para amar segundo Deus é necessário viver nele e dele: Deus é a primeira "casa" do homem, e somente quem nele habita arde com o fogo da caridade divina, capaz de "incendiar" o mundo. Não é talvez esta a missão da Igreja de todos os tempos? Então, não é difícil compreender que a autêntica solicitude missionária, compromisso primordial da Comunidade eclesial, está vinculada à fidelidade ao amor divino, e isto vale para cada um dos cristãos, para cada comunidade local, para as Igrejas particulares e para todo o Povo de Deus. 

Precisamente da consciência desta missão conjunta haure vigor a generosa disponibilidade dos discípulos de Cristo, para realizar obras de promoção humana e espiritual que dão testemunho, como escrevia o amado João Paulo II na Encíclica Redemptoris missio"da alma de toda a actividade missionária:o amor, que é e permanece o verdadeiro motor da missão, constituindo também "o único critério pelo qual tudo deve ser feito ou deixado de fazer, mudado ou mantido. É o princípio que deve dirigir cada acção, e o fim para o qual deve tender. Agindo na perspectiva da caridade ou inspirado pela caridade, nada é impróprio e tudo é bom"" (n. 60). Deste modo, ser missionário quer dizer amar a Deus com todo o próprio ser a ponto de entregar, se for necessário, a vida por Ele. Quantos sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos, também nesta nossa época, deram o supremo testemunho do seu amor com o martírio! 

Ser missionário significa debruçar-se, como o bom Samaritano, sobre as adversidades de todos, de forma especial dos mais pobres e necessitados, porque quem ama com o Coração de Cristo não busca o seu próprio interesse, mas unicamente a glória do Pai e o bem do próximo. Aqui está o segredo da fecundidade apostólica da acção missionária, que ultrapassa as fronteiras e as culturas, alcança os povos e se espalha até aos extremos confins do mundo.

4. Estimados irmãos e irmãs, que o Dia Missionário Mundial constitua uma ocasião útil para compreender cada vez melhor que o testemunho do amor, alma da missão, diz respeito a todos. Com efeito, servir o Evangelho não deve considerar-se uma aventura solitária, mas um compromisso compartilhado por todas as comunidades. Ao lado daqueles que se encontram na linha de vanguarda nas fronteiras da evangelização e aqui penso com reconhecimento nos missionários e nas missionárias muitos outros, crianças, jovens e adultos, com a sua oração e a sua cooperação, contribuem de várias maneiras para a propagação do Reino de Deus na terra. 

Formulo bons votos a fim de que esta partilha aumente cada vez mais, graças à contribuição de todos. Aproveito de bom grado esta circunstância para manifestar o meu agradecimento à Congregação para a Evangelização dos Povos e às Pontifícias Obras Missionárias (P.O.M.) que, com dedicação, coordenam os esforços envidados em todas as regiões do mundo, em favor da acção de quantos se encontram na primeira linha nas fronteiras missionárias. 

A Virgem Maria, que com a sua presença aos pés da Cruz e a sua oração no Cenáculo, colaborou activamente nos primórdios da missão eclesial, sustente a sua acção e ajude os crentes em Cristo a serem cada vez mais capazes do amor verdadeiro, para que num mundo espiritualmente sequioso se tornem nascente de água viva. Formulo de coração estes votos, enquanto concedo a todos a minha Bênção.

Vaticano, 29 de Abril de 2006.

BENEDICTUS PP. XVI

Fonte: https://w2.vatican.va/content/benedict-xvi/pt/messages/missions/documents/hf_ben-xvi_mes_20060429_world-mission-day-2006.html

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Cracóvia é aqui #IAM

Olá caríssimos missionários, 

Aconteceu nos dias 29, 30 e 31 de julho em Ibiúna, o CRACÓVIA É AQUI, uniu jovens de toda a diocese de Osasco. 

Membros da Infância e Adolescência Missionária participaram do evento na paróquia Santa Cruz acolhidos pelo padre Pedro. Durante o evento tiveram momento de pré missão com seminarista Leonardo, vigília, show com bandas católicas, procissão luminosa, visitas as casas e Santa missão presidida por Dom João Bosco. 

Confira outras informações na pagina do facebook: 

https://www.facebook.com/pages/Cracóvia-É-Aqui-Ibiúna 

De todas as crianças, adolescentes e jovens do mundo sempre amigos.





segunda-feira, 15 de agosto de 2016

AMÉRICA/VENEZUELA - Crianças desmaiam de fome nas escolas


(Agência Fides) – No colégio José María Vélaz, zona oeste de Caracas, houve diversos casos de desnutrição depois que alguns alunos começaram a desmaiar, pelo menos um por dia, em consequência das grandes dificuldades de muitas famílias em propiciar alimentos para seus filhos. Dados obtidos nesta escola mencionam que cerca de 25% dos alunos têm dificuldades de se nutrir e 18% sofrem fome de forma crítica. Os professores constataram pelo menos 120 casos de déficit alimentar e 2 casos de nutrição em um total de 478 alunos que frequentam o colégio. O alarme foi difundido por um jornal local, recebido pela Fides. Segundo a diretora da escola, os sintomas das crianças com carências alimentares são desmaios, dores de cabeça e de barriga e perda de peso. Agora existe uma grande preocupação em relação à situação que enfrentarão quando as escolas reabrirem em setembro, pois entre maio e julho o número de crianças com peso abaixo da norma triplicou. 
A estes dados, já críticos, somam-se os de um estudo realizado por Venebarómetro em abril, que indica que cerca de 86,3% dos venezuelanos estão comprando menos gêneros alimentares. (AP) (19/7/2016 Agência Fides)


Fonte: http://www.fides.org/pt

domingo, 14 de agosto de 2016

ORAÇÃO PELOS PAIS

  Olá caríssimos missionários, 

  Vamos rezar pelos nossos pais...
Senhor, meu Deus, vós quereis que respeite, ame e obedeça a meus queridos pais. Peço-vos que vós mesmo me inspireis o respeito e a reverência que lhes devo e fazei que lhes seja filho amoroso e obediente. 
Recompensai-lhes todos os sacrifícios, trabalhos e cuidados, que por minha causa têm suportado e retribui-lhes todo o bem que me fizeram no corpo e na alma, pois eu por mim não posso pagar-lhes tudo isto. 
Conservai-lhes uma longa vida no gozo de perfeita saúde do corpo e da alma. Deixai-os participar da benção copiosa, que derramastes sobre os patriarcas. 
Fazei-os crescer na virtude e prosperar em tudo, que por vossa honra empenharem, a fim de que um dia tornemos a ver-nos no céu, para cantar os vossos louvores por todos os séculos dos séculos.
  Amém

Fonte: http://www.catequisar.com.br/

Bíblia e a missão


sexta-feira, 12 de agosto de 2016

ORAÇÃO DE SANTA CLARA



Clara, santa cheia de claridade,
Irmã de São Francisco de Assis,

Intercede pelos teus devotos
Que querem ser puros e transparentes.
Teu nome e teu ser
Exalam o perfume das coisas inteiras
E o frescor do que é novo e renovado.
Clareia os caminhos tortuosos
Daqueles que se embrenham
Na noite do próprio egoísmo
E nas trevas do isolamento.
Clara, irmã de São Francisco,
Coloca em nossos corações
A paixão pela simplicidade,
A sede pela pobreza,
A ânsia pela contemplação.
Te suplico, Irmã Lua,
Que junto ao Sol de Assis
No mesmo céu refulge,
Alcança-nos a graça que,
Confiantes vos pedimos.
Santa Clara, ilumina os passos
Daqueles que buscam a claridade!
Amém!

Amada Santa Clara, olhai pelas crianças e adolescentes que vivem na escuridão do abuso, da violência e do abandono. 

Dia de Santa Clara de Assis - 11 de agosto

Fonte:http://www.franciscanos.org.br/