sábado, 30 de janeiro de 2016

Hora de Brincar: tabuleiro missionário

Olá caríssimos missionários, 

É hora de brincar! Este tabuleiro é uma ótima dica para seu encontro de  vida de grupo. 



Divirtam-se. :-)

"De todas as crianças do mundo, sempre amigos"
"De todos los ninõs del mundo, siempre amigos"
"From all children in the world, always be friends"

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Oração a Nossa Senhora de Fátima



Olá caríssimos missionários!

Rezamos hoje a oração de Nossa Senhora de Fátima.



Santíssima Virgem, 
que nos montes de Fátima 
vos dignastes revelar aos três pastorinhos 
os tesouros de graças que podemos alcançar, 
rezando o santo rosário, 
ajudai-nos a apreciar sempre mais 
esta santa oração, a fim de que, 
meditando os mistérios da nossa redenção, 
alcancemos as graças que insistentemente 
vos pedimos (pedir a graça).

Ó meu bom Jesus, perdoai-nos, 
livrai-nos do fogo do inferno, 
levai as almas todas para o céu 
e socorrei principalmente 
as que mais precisarem. 

Nossa Senhora do Rosário de Fátima, 
rogai por nós. Amém. 


quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Formação Missionária: 2º Compromisso - Colocar-nos á disposição de todos com alegria


O missionário deve sempre ter como exemplo Cristo. Ele mesmo nos ensina: "Quem de vocês quiser ser grande, deve tornar-se o servidor de vocês, e quem de vocês quiser ser o primeiro, deverá tornar-se o servo de todos." (Mc 10,43s). Somos chamados a nos colocarmos a serviço dos irmãos para auxiliarmos em suas necessidades. A exemplo dos apóstolos nas primeiras comunidades, estavam sempre em comunhão com a comunidade, sempre auxiliando nos serviços necessários. Nós, crianças e adolescentes missionários, assumimos nossa missão de servir a todos, em especial as crianças e adolescentes necessitados.


A alegria em servir é muito importante, o missionário é feliz naquilo que faz, sua felicidade está no serviço aos irmãos.

Senhor, ajudai-nos a estar sempre dispostos,
para que a exemplo de Jesus, teu filho, possamos servir
a todos com alegria e simplicidade. Amém!

Fonte:http://garotadamissionaria.blogspot.com.br/

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

NOTICIAS ÁFRICA/RD CONGO - Menores explorados para a extração de cobalto

Kinshasa (Agência Fides) - Milhares de crianças em condições de extrema pobreza continuam sendo maltratadas e exploradas em troca de uma remuneração irrisória. 
Trata-se de crianças que trabalham nas minas na República Democrática do Congo para extrair cobalto útil para a construção de baterias de lítio. As crianças trabalham em condições muito perigosas.
No país africano se produz 50% deste elemento químico de todo o mundo. De acordo com um relatório recente de Anistia Internacional e Afrewatch, o cobalto é usado pelas empresas multinacionais para as baterias de smartphones e tablets. (AP) (21/1/2016 Agência Fides)

Fonte: http://www.fides.org/

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Formação Missionária: 1º Compromisso - Tornar Jesus conhecido e amado.



A pessoa de Jesus é a mais importante quando falamos de missão. Jesus que nos enviou para que anunciemos o Evangelho a todos os povos. "Vão pelo mundo inteiro e anunciem a Boa Notícia para toda a humanidade." (Mc 16,15).

Tão importante quanto anunciar o Evangelho, é anunciar o próprio Jesus. Ele é exemplo de vida e missão para cada um de nós, crianças e adolescentes. Devemos aprender com Jesus, que mesmo sabendo de sua importância na salvação do mundo, veio para anunciar o Reino de Deus, convidando as pessoas a conversão para que pudessem ser salvas.

A nossa tarefa hoje, como pequenos missionários, é apresentar Jesus as pessoas, como quem apresenta um amigo para a turma, para que Ele faça parte da vida de cada um, crie amizades e seja amado por todos.

Nós devemos anunciar Jesus a todos, fazendo com que as pessoas o conheçam e possam amá-lo, assim como ele ama a cada um de nós.

Senhor, dai-nos a coragem e o ânimo, para que dispostos a
percorrer o mundo, possamos anunciar teu filho Jesus a todos
os povos, levando sua palavra aos cinco continentes. Amém!

Fonte: http://garotadamissionaria.blogspot.com.br/

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Testemunho: Missão é Partir

“Missão é partir, caminhar, deixar tudo, sair de si, quebrar a crosta do egoísmo que nos fecha no nosso Eu. É parar de dar volta ao redor de nós mesmos como se fôssemos o centro do mundo e da vida. É não se deixar bloquear nos problemas do pequeno mundo a que pertencemos: a humanidade é maior. Missão é sempre partir, mas não devorar quilômetros. É sobretudo abrir-se aos outros como irmãos, descobri-los e encontrá-los. E se para encontrá-los e amá-los for preciso atravessar os mares e voar lá nos céus, então missão é partir até os confins do mundo.”

Irmã Terezinha Kunen ( 2˚ da esq. para a dir.) com missionários brasileiros nas Filipinas

Diante dessas sábias palavras de dom Helder Camara, venho até vocês para contar em poucas palavras minha vida missionária nas Filipinas.
Sou catarinense, da Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Castres (CIC), e tenho 65 anos de idade. Em 2001 pude realizar meu sonho de ser missionária do outro lado do mundo, fazendo a experiência de deixar tudo: família, pátria, amigos (as), o conforto do meu país para poder sentir, partilhar e viver com nossos irmãos mais necessitados no continente asiático.
Em Junho de 2001 fui enviada para o Timor Leste pelo projeto da CNBB e da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB). Foi uma missão muito desafiadora, mas que me realizou plenamente como missionária.
Essa experiência devolveu-me o sentido da vida Consagrada de estar a serviço dos mais necessitados e marginalizados. Isso me marcou profundamente. Sempre serei grata à minha congregação, à CNBB e à CRB por terem me dado tal oportunidade. Mas o fogo missionário que arde no meu peito não parou por ali, pois assim que terminei o contrato com o projeto no Timor Leste, fui chamada para a missão nas Filipinas, onde estou até hoje, porque “Missão é sempre partir”. 
Desde que me tornei missionária, o mundo é o meu lar e o povo é minha família. “Não tenho lar mais ganhei um povo”, como canta o padre Zezinho.
Nas Filipinas atuam mais de 80 missionárias e missionários brasileiros. Todos os anos nos encontramos em duas datas: em fevereiro durante o carnaval e em outubro para festejar Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil. No encontro deste ano, nos dias 07 a 16 de outubro, esteve conosco o diretor das Pontifícias Obras Missionária (POM) do Brasil, padre Camilo Pauletti.
Participaram 35 pessoas, entre as quais, 25 missionários brasileiros de 15 congregações provenientes de 12 estados do Brasil. Foi um dia de convivência fraterna, celebração, partilha de experiência e alimentos. Padre Camilo visitou também alguns locais onde trabalham missionários e missionárias.

Fonte: Boletim Sim - Ano 43 – nº 4 – outubro a dezembro de 2015

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Senta que lá vem a história: A tribo que esqueceu como fazer fogo


Havia, na pré-história, uma tribo que só comia alimentos crus. Eles não sabiam cozinhar. Também as noites de frio eram muito tristes.
Um dia, apareceu na tribo um jovem que lhes ensinou a fazer fogo. Todos os que aprenderam passaram a cozinhar alimentos e comê-los com mais alegria. Usavam também o fogo para se aquecer nas noites frias.
O jovem foi embora daquela tribo e as pessoas falavam dele com muito carinho. Fizeram até uma estátua dele.
Entretanto, com o tempo foram, aos poucos deixando de acender fogo, até se esquecerem como fazê-lo. Os alimentos já não eram mais cozidos e o frio voltou a dominar as noites de inverno.
A história pode não ter acontecido. Mas outra bem parecida acontece, e muito. Jesus veio à nossa tribo, ensinou-nos o fogo da Boa Nova. Nós nos alegramos, mas com o tempo o esquecemos, passando a viver a vida velha triste do pecado, do egoísmo e da desunião.
Pedimos ao Espírito Santo que venha depressa trazer-nos novamente o fogo do amor e reensinar-nos o Evangelho de Jesus.

“Nasceu para nós um menino. O poder de governar está nos seus ombros. Seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Príncipe da Paz” (Is 9,5). 
"Devemos viver o Evangelho alimentando sempre o fogo do Espirito Santo em nós "

sábado, 16 de janeiro de 2016

Hora de brincar: Nossa Padroeira Santa Teresinha do Menino Jesus

Olá Caríssimos Missionários, 

A dica de brincadeira de hoje é um quebra-cabeça com a nossa padroeira Santa Teresinha do Menino Jesus. 

Compartilhe conosco suas atividades realizadas no grupo, através do email iam.osasco@gmail.com. 

Abraço Missionário, até breve.


"De todas as crianças do mundo, sempre amigos"
"De todos los ninõs del mundo, siempre amigos"
"From all children in the world, always be friends"

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Oração Vocacional Missionária

Nós vos pedimos, ó Pai, dai-nos missionários conforme o coração de Jesus Cristo, vosso Filho. 
Como Ele, pobres para serem livres e alegres no serviço do Evangelho; disponíveis no desapego das pessoas e dos bens para se fazerem irmãos de todos e levarem a todos o Cristo Salvador.
Firmemente enraizados na pessoa de Jesus, fortes pela experiência da sua presença confortadora, que os acompanha em cada momento da vida e que os espera no coração de cada homem e cada mulher.
Como Cristo, sejam homens da caridade, para anunciar a cada pessoa que ela é amada por Deus.

Levem consigo o espírito da Igreja, a sua abertura para todos os povos e todos os homens, delineada por Jesus no sermão da montanha.Num mundo angustiado por tantos dramas, que tende ao pessimismo, que eles proclamem a “boa noticia”, fonte de esperança e de alegria, verdadeiros frutos da fé.

Redemptoris Missio –  Cap VIII
Fonte: http://www.pimeanimacao.com.br/




quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Formação Missionária: O Secretário da IAM

Olá caríssimos missionários, 

Entre tantos maravilhosos personagens da Infância e Adolescência Missionária, como Dom Carlos, Paulina Jaricot, Santa Teresinha e São Francisco, no Brasil temos um secretário nacional, que orienta, ajuda e articula a animação em âmbito nacional no Brasil. 

Vamos conhecer um pouco mais sobre este servo de Deus:

A partir de fevereiro de 2010, Pe. André Luiz de Negreiros, da Arquidiocese de Teresina, PI,  compôs a equipe nacional das POM e assumiu a função de Secretário Nacional da Obra da Propagação da Fé e Juventude Missionária, na Sede Nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília, DF. Pe. André nasceu em São Raimundo Nonato, PI, em 23 de junho de 1979. 
Cursou Filosofia em Brasília, DF, de 1997 a 1999, e, Teologia, em Teresina, PI, de 2000 a 2003. Foi ordenado sacerdote em 6 de agosto de 2004. 
Teve a oportunidade de fazer alguns cursos e atualmente continua estudando no período regular o curso de Direito no IESB em Brasília e no mês de janeiro o curso de Missiologia em Buenos Aires. 
O neossacerdote atuou como vigário na Paróquia de São João Batista, em Pimenteiras, PI, por um ano. Em seguida, assume como pároco a Paróquia de Nossa Senhora do Perpértuo Socorro, em Teresina.
Foi membro da equipe de formação do Seminário de Filosofia da sua arquidiocese, tendo como responsabilidade o acompanhamento pastoral. Integrou também a Equipe de Subsídios da CNBB, Regional Nordeste 4.

Como animador missionário, Pe. André atuou:
  • 13 anos como Coordenador Estadual da Infância e Adolescência Missionária do Piauí; n 5 anos como Coordenador do Conselho Missionário Regional (Comire) do Nordeste 4;
  • 5 anos como Coordenador do Conselho
  • Missionário Diocesano da Arquidiocese de Teresina;
  • 5 anos na Coordenação do Projeto Além-Fronteiras dos Regionais Nordeste 4 e 5 (Piauí e Maranhão) com a Diocese de Lichinga, em Moçambique, África;
  • 5 anos na Coordenação do Curso de Formação Missionária (para o Piauí e o Maranhão), em Bacabal, MA; n 3 anos na Coordenação da Formação Missionária para Seminaristas (Formise) para o Nordeste;
  • 2 anos na Equipe da Missão Continental do Regional Nordeste 4 e da Arquidiocese de Teresina.
Na Equipe Nacional das POM, Pe. André :
Deu continuidade ao trabalho desenvolvido nestes últimos quatro anos na Obra da Propagação da Fé e Juventude Missionária no país e a partir de janeiro de 2011 até o presente vem exercendo a função de Secretário Nacional da Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária, serviço que fortalece a sua vocação que nasceu com a ajuda desta obra que foi conhecida por ele em sua adolescência.
Fonte:http://www.pom.org.br/

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Saudação do Papa Francisco à Infância e Adolescência Missionária

Olá Caríssimos Missionários, 

video


Durante a oração do Angelus no dia 06 de janeiro - Solenidade da Epifania, o Papa Francisco recordou o dia mundial da Infância e Adolescência Missionária: "Recordemos também que a Epifania é o Dia Mundial da Infância Missionária. É a festa das crianças que com a sua oração e com os seus sacrifícios, ajudam os coetâneos mais necessitados, fazendo-se missionários e testemunhas de fraternidade e de partilha".


Fonte: http://garotadamissionaria.blogspot.com.br/

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Senta que lá vem a história:O time dos bichos

Saiba conviver em união

Certa vez, um leão, o rei da selva, quis organizar um time de futebol. Para isso, saiu à procura de jogadores.
Convidou a girafa, porque, com seu pescoço assim comprido, jogaria muito bem de cabeça, convidou um urso enorme, porque seria um bom goleiro, convidou uma gazela e um leopardo para atacantes, pois marcariam muitos gols, convidou macacos e um tigre para ocupar o centro do campo, convidou ainda um elefante e um rinoceronte para a defesa. 
Conseguiu assim formar um time de onze jogadores. Mas o primeiro treino foi um desastre. Todos se atacavam uns aos outros. Parecia que queriam se comer.
Então o leão, antes de os ensinar a jogar futebol, ensinou-os a se respeitarem mutuamente, apesar de diferentes, e a viverem em paz. Não foi fácil, mas conseguiram entender o que é viver em união.
Só depois começaram a jogar futebol. E consta que formaram um time muito unido, dando cada um o melhor das suas qualidades.

“Vós todos sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros desse corpo” (1Cor 12,27). Assim como os membros do corpo são completamente diferentes um do outro, mas trabalham unidos, o mesmo deve acontecer conosco.
Fonte: http://mensagens.catequisar.com.br/

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

NOTICIAS ÁSIA/LÍBANO - Jesuit Refugee Service: é urgente enfrentar “a emergência escolar” das crianças sírias

Jbeil (Agência Fides) – São cerca de 2,8 milhões as crianças sírias que não vão à escola por causa da guerra. Destas, 550 mil estão refugiadas no Líbano. O centro do Jesuit Refugee Service (JRS) que atua em Jbeil garante a assistência escolar a 500 crianças sírias, oferecendo a elas também o apoio psicossocial. Uma experiência que permite tocar com as mãos a real “emergência escolar e educativa” que é preciso enfrentar com urgência, para não comprometer o futuro de inteiras gerações de jovens sírios. 
Do relatório das atividades do centro Jbeil, divulgado por JRS, emerge que todas as crianças assistidas foram atingidas de maneira mais ou menos traumática pelas consequências da guerra. Algumas delas experimentaram a violência doméstica, e a maior parte atualmente vive em casas inadequadas ou superpovoadas. 
Na grande parte dos jovens, a vivência traumática tem consequências negativas no comportamento, a começar pela incapacidade de permanecer na classe. Uma condição que deve ser enfrentada com muita paciência, tendo sempre presente – destaca Majed Mardini, professor no centro escolar de Jbeil – que as crianças sírias “têm necessidade de algo mais do que uma formação tradicional”. 
Todos os professores são chamados a desempenhar também uma obra de assistência social e psicológica. "Muitos desses jovens” – refere Mardini - “não sabem como se comportar na escola. Ensinamos às crianças como se comportar, como interagir com os outros, mas sobretudo como estar bem na companhia dos outros”. 
Somente um trabalho cotidiano e duradouro permitirá obter resultados gratificantes e registrar um efetivo melhoramento no comportamento e nas capacidades de aprendizado das crianças. 
Muitas delas – contam os agentes – com o tempo reconhecem a escola como o único local onde conseguem ser felizes, e não querem interromper a frequência no período de férias, que para muitos representa um tempo de tristeza e abandono. 
Qualquer que seja seu futuro, na Síria ou em outro lugar, “a educação é o único modo para construir um futuro para essas crianças”, nota Mardini. (GV) (Agência Fides 5/1/2016).


Fonte: http://www.fides.org/

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Oração do Ano da Misericórdia

Resultado de imagem para ano da misericordia
Senhor Jesus Cristo,
Vós que nos ensinastes a ser misericordiosos como o Pai celeste, e nos dissestes que quem Vos vê, vê a Ele. Mostrai-nos o Vosso rosto e seremos salvos.
O Vosso olhar amoroso libertou Zaqueu e Mateus da escravidão do dinheiro; a adúltera e Madalena de colocar a felicidade apenas numa criatura; fez Pedro chorar depois da traição, e assegurou o Paraíso ao ladrão arrependido.
Fazei que cada um de nós considere como dirigida a si mesmo as palavras que dissestes à mulher samaritana: Se tu conhecesses o dom de Deus!
Vós sois o rosto visível do Pai invisível, do Deus que manifesta sua omnipotência sobretudo com o perdão e a misericórdia:fazei que a Igreja seja no mundo o rosto visível de Vós, seu Senhor, ressuscitado e na glória.
Vós quisestes que os Vossos ministros fossem também eles revestidos de fraqueza para sentirem justa compaixão por aqueles que estão na ignorância e no erro: fazei que todos os que se aproximarem de cada um deles se sintam esperados, amados e perdoados por Deus.
Enviai o Vosso Espírito e consagrai-nos a todos com a sua unção
para que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor
e a Vossa Igreja possa, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem proclamar aos cativos e oprimidos a libertação e aos cegos restaurar a vista.
Nós Vo-lo pedimos por intercessão de Maria, Mãe de Misericórdia, a Vós que viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, pelos séculos dos séculos.
Amém 
Fonte: http://www.acidigital.com/